TOPO

Translate this Page
Ultimas Atualizações
NOTICIAS  (01-11-2017)
PRÓXIMOS EVENTOS  (07-12-2016)
EVENTOS  (11-11-2016)
SALVADOR-BA e RMS  (11-11-2016)

Rating: 2.9/5 (1910 votos)



ONLINE
1





Partilhe este Site...



 

 


Prefeito de Ipirá tem campanha investigada por sup
Prefeito de Ipirá tem campanha investigada por sup

Prefeito de Ipirá tem campanha investigada
por suposta compra de voto

A imagem pode conter: 1 pessoa, terno

   A Justiça Eleitoral apura a denúncia de suposta compra de votos por parte da chapa vencedora das eleições para prefeito na cidade de Ipirá. A ação apresentada pelo então candidato derrotado, Aníbal Ramos Aragão, acusa o prefeito Marcelo Brandão (DEM), o vice José Ricardo e Delorme Antônio Martins Fernandes de uso indevido na emissora de rádio Ipirá FM e abuso de poder econômico.

   Ainda segundo a denúncia de Aníbal Aragão, desde que Marcelo Brandão perdeu as eleições em 2012, o mesmo passou a usar a emissora de rádio para "enaltecer sua imagem e denegrir a honra e imagem de seus adversários". A acusação ainda diz que Brandão criou a "Caravana da Oposição" visando percorrer todo o município de Ipirá divulgando seu nome e mantendo-o em evidência a partir de meados de 2015. Alega, ainda, que foram distribuídas cestas básicas e outras benesses, dinheiro em espécie e doados terrenos em troca de votos dos beneficiados e seus familiares.

  A acusação argumenta que um áudio já entregue à Justiça Eleitoral prova a compra de votos. A defesa do prefeito Marcelo Brandão, por sua vez, diz que há "falsidade" no material apresentado e pediu que a Justiça determine a realização de uma perícia para verificar autenticidade das gravações. A suspeita dos advogados do prefeito é que possam existir eventuais "edições, cortes, montagens, trucagens ou outra alteração".

  Diante do pedido de perícia, a juíza titular da 662ª Zona Eleitoral, Luciana Braga Falcão Luna, adiou, em decisão expedida nesta segunda-feira (6), uma audiência que estava marcada para a próxima quarta (8). A magistrada afirmou que a prova pericial deve ser feita antes de ouvir as testemunhas.

  Agora, Aníbal Aragão, autor da representação, tem cinco dias para se manifestar sobre o argumento de que o material pode ser falso, como sustentado pela defesa.

FONTE: BOCÃO NEWS

muquem

Resultado de imagem para JOAB  - IBOTIRAMA

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para CORREIOS DO OESTE 

Resultado de imagem para anuncie aqui png

Resultado de imagem para anuncie aqui banner gif

Resultado de imagem para anuncie aqui banner gif

topo